Zoológico consegue reprodução rara de guepardos em cativeiro

Cinco filhotes de guepardo nascidos em outubro no Zoológico Metro Richmond, na cidade de Chesterfield, no estado da Virgínia, dobraram a população de guepardos nascidos em cativeiro nos Estados Unidos, segundo a Associated Press.

Os três machos e as duas fêmeas de cinco semanas de vida logo se tornaram a principal atração do zoo. O sucesso foi tanto que o diretor da instituição resolveu colocar uma câmera no local onde os filhotes e a mãe, Lana, passam a maior parte de seu tempo. O internauta pode assistir ao cotidiano da família selvagem ao vivo pelo site do zoológico. Assista aqui.breeding-cheetahs_fran
A instituição tem outros nove guepardos adultos, sete fêmeas e dois machos. O diretor Jim Andelin afirma que não pretende vender os filhotes para outras instituições, mas que pode emprestá-los para outros programas de reprodução.

Reprodução em cativeiro é rara. Diferentemente de leões e tigres, as fêmeas de guepardo perdem o interesse nos machos se ficarem junto com eles o tempo todo. Para elas, “é como se vivessem com seu irmão”, diz Karen Meeks, uma especialista em guepardos.

No Zoológico Metro Richmond, Andelin usou um processo elaborado para encorajar a reprodução. Ele colocou dois machos em um recinto, onde deixaram seu cheiro, e depois os removeram. Então, colocou a fêmea Lana no mesmo local.

A técnica pareceu despertar o interesse de Lana e ela passou a prestar mais atenção nos machos, quando os via por uma grade. Finalmente, um dos machos, chamado Kitu, foi colocado no mesmo ambiente que Lana. Três meses depois, Lana deu à luz os cinco bebês.

Publicado em Portal de Notícias G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.