Para Cintia Azeredo, nutricionista da Vita Check-Up Center, com medidas simples é possível, no entanto, reduzir o consumo de sódio. “É possível, por exemplo, trocar o sal por temperos naturais, uma vez que estes não trazem danos à saúde e podem gerar inúmeros benefícios”.

Veja os 10 temperos naturais listados pela especialista que podem substituir o sal e fazer bem à sua saúde:

Alho

Além de deixar os pratos muito mais saborosos e combinar com diversos alimentos, o alho possui ação hipotensora, vasodilatadora e sudorífera.

Esse tempero também estimula funções respiratórias, reduz a taxa de colesterol total e triglicerídeo no sangue e elimina toxinas e bactérias patogênicas.

Cebola

A cebola realça o sabor dos alimentos e também melhora a circulação sanguínea, previne o envelhecimento das artérias e é rica em potássio, que ajuda no controle da pressão arterial.

Ela também funciona como aliada no combate a problemas respiratórios e ainda combina com quase todos os tipos de pratos.

Gengibre

O gengibre tem ação digestiva, diurética, antitrombótica, antidepressiva, antisséptica. Ele funciona como estimulante da circulação geral e cardiovascular.

O gengibre pode ser usado na preparação de sucos, mas também para dar sabor a caldos, sopas e cozidos, sendo descartado no final do cozimento.

Pimenta

A pimenta ajuda na redução do colesterol no sangue, melhora o sistema imunológico, auxilia na digestão, na eliminação de bactérias nocivas ao organismo e na circulação sanguínea.

Ela, no entanto, deve ser utilizada com moderação por pessoas hipertensas, devido ao seu efeito termogênico e de contração dos músculos ao redor dos vasos sanguíneos.

Dependendo do tipo da pimenta, esse tempero pode ser utilizado em aves, frutos do mar, carnes, molhos, pratos baianos, entre outros.

Limão

Além do suco, o limão é um excelente tempero para saladas e peixe. Ele aumenta as defesas do organismo, facilita a digestão, regula a absorção de açucares, pela presença de fibras solúveis.

O limão também é fonte de potássio, que auxilia no controle da pressão arterial.

Coentro

Nem todo mundo gosta do sabor do coentro, mas esse tempero pode fazer muito bem à  saúde.

O coentro melhora a digestão e previne flatulências.  Ele também é fonte de magnésio, que ajuda no bom funcionamento do sistema nervoso central e fortalece os ossos, além de ser fonte de vitaminas A, C e do complexo B.

Segundo Cintia Azeredo, nutricionista da Vita Check-Up Center, o ideal é que o coentro seja acrescentado apenas na finalização dos pratos, já que o calor interfere no paladar.

Hortelã

A hortelã deixa qualquer comida ainda mais cheirosa, mas, além do aroma, esse tempero natural tem ação analgésica, estimulante, antioxidante, expectorante.

Ela previne problemas bucais e ainda ajuda na digestão, aliviando problemas estomacais e intestinais.

A folha da hortelã pode ser utilizada em chás, sucos, feijões, batata, berinjela e cordeiro.

Manjericão

O manjericão melhora o fluxo sanguíneo, prevenindo a hipertensão arterial. Ele possui também ação antioxidante e anti-inflamatória.

O manjericão pode ser utilizado em molhos para massas, sopa de legumes, tomates, carnes, frangos e peixes.

Alecrim

O alecrim apresenta ação antioxidante, anti-inflamatória e antibacteriana. Ele auxilia no combate à bactéria Helicobacter Pylori, uma das responsáveis por úlceras gástrica e duodenal.

Ele também atua no sistema digestório, aumentando a produção de enzimas digestivas e vai bem com molhos, ensopados, tomates e carnes.

Salsinha

A salsinha deixa os pratos mais coloridos e alegres, mas também tem ação digestiva, combate cólicas menstruais e ainda é indicado para infecções urinárias e problemas renais.

Esse tempero é rico em antioxidantes e possui ação anti-inflamatória. A salsinha vai bem nos legumes, assados, sopas, massas, carnes e frango.

Publicado em Exame.com.