Horta na varanda: Aprenda fazer a sua

Você sabe que falta de espaço não é desculpa, né? Temos tantas possibilidades de criar, ainda que em pequenos espaços, um jardim ou mesmo uma hortinha pra deixar a casa da gente mais verde e alegre. E mais saudável também! Seja criativo e tenha em conta as seguintes dicas publicadas pela galera do Jardim do Mundo. Comece pequeno e depois aumente –  Reutilize e recicle ao máximo.

Rainmaker-2 blog

Os vasos:
Pode fazer um vaso a partir de panelas velhas, carrinhos de mão, banheiras, paletes, gavetas (sem tratamentos ou tintas tóxicas), tubos de pvc , pacotes de leite, garrafas de água ou  que mais sua imaginação permitir.
Tenha em conta que o melhor material será sempre os vasos de barro, madeira ou recipientes que não sejam em plástico pois estes protegem melhor o solo e as raízes do calor e do frio, são biodegradáveis e não libertam substancias tóxicas.
Veja alguns exemplos abaixo:
 * Utilize recipientes de tamanho adequado para cada cultura (exemplo: um tomateiro precisará de um vaso maior que uma alface, visto ter  raízes maiores);
* O fundo do recipiente deve ter furos para escoar a água;
* Utilize pratos por baixo dos vasos para recuperar a água que escorregue e voltar a usá-la;
* No fundo do recipiente coloque pedrinhas, cascalho, tijolos partidos, rolhas de cortiça, cacos de vasos partidos, para ajudar a drenar a água;
* Use um bom composto biológico;
* Coloque sempre uma camada de mulching (palha por exemplo) cobrindo toda a terra. Evita a evaporação acelerada, evita o crescimento de ervas daninhas e ao decompor-se estará a adicionando matéria orgânica;
* Pinte ou forre (com tecidos, palha, cartão, papel,..) os recipientes transparentes para que o sol não sobreaqueça a terra e queime as raízes;
* Otimize a utilização dos vasos através de consociação em altura (exemplo: feijão com alface e morangos).
Sementes e Plantas:
 * Escolha  sementes e plantas rústicas adaptadas ao clima e ao local (são mais resistentes a desequilíbrios e mais saborosas);
* Escolha sementes e plantas saudáveis. Nas plantas observe por exemplo, se as folhas e os caules não têm manchas ou insetos. Nas sementes, tenha em atenção se estão inteiras e  se não têm furos;

Regar:
Tente captar e armazenar água da chuva, é melhor que a da torneira e é grátis. Regue :
* Preferencialmente ao fim do dia ou ao amanhecer;
* Sempre após qualquer sementeira, plantação ou transplante;
* Quando o solo estiver seco;
* Sempre no pé da planta e nunca nas folhas;
* Mantenha uma boa camada de mulching para evitar a evaporação acelerada, poupa tempo, água e melhora o solo;
* Para regar sementes e plantinhas que estão a germinar, faça um regador de repuxo, tipo chuveiro, a partir de uma garrafa. Retire a tampa e com um prego ou um clip quente, faça furinhos na tampa.

Equilíbrio:
* Mantenha ao máximo uma diversidade de flores, culturas hortícolas, ervas aromáticas, plantas armadilha, plantas repelentes;
* Uma observação atenta e regular evita que as doenças ou insetos se multipliquem;
*  Plantar/semear as culturas de forma a que fiquem protegidas de ventos fortes;
* Tenha  atenção que a maior parte das plantas precisa de pelo menos 5 a 6 horas de luz.

Publicado em Jardim do Mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.