Urubus com GPS e câmeras identificam lixões clandestinos

“Durante gerações, temos defendido o homem desses inimigos, armados com nossos sentidos e um estômago capaz de destruir as mais poderosas bactérias, mas o lixo está nos derrotando, a poluição tomou o ar, infectou a água, adoeceu a terra.”

Quem “diz” a frase é um urubu em um vídeo da campanha “Gallinazo Avisa”, criada para detectar focos de lixo em Lima, no Peru, e chamar atenção das pessoas que o produzem.

151224103354_urubu2_640x360_gallinazoavisa_nocredit

O projeto é do Departamento de aves da Universidad Nacional Mayor de San Marcos, de Lima, que estuda a vida dos urubus. Os pesquisadores escolheram dez aves para a campanha. Alguns eram animais resgatados e outros foram capturados em suas colônias, atraídos por carniça.

Os pesquisadores precisavam de equipamentos eletrônicos para monitorar os urubus, explica Letty Salinas, diretora do Departamento de Aves da universidade. O Ministério do Ambiente, por sua vez, precisava de uma forma de alertar os moradores de Lima sobre o problema de lixo da cidade. O Ministério do Ambiente do Peru e a Usaid, agência de cooperação internacional dos EUA, entraram com os GPSs e as câmeras GoPro. Dessa forma, as agências de publicidade FCB Mayo e SrBurns idealizaram a campanha.

Após passaram por exames médicos rigorosos, os animais receberam os equipamentos GPS e foram liberados. Alguns estão sendo treinados para usar as câmeras GoPro e desde então, voam por toda a cidade de Lima, pois com suas asas largas conseguem voar por até quatro horas seguidas para encontrar comida, como restos de alimentos e animais mortos e, com isso identificar lixões clandestinos e locais irregulares de despejo de lixo.

Em terra, uma equipe permanente da San Marcos recebe e analisa em tempo real as informações que as aves enviam.

Conheça o site da campanha aqui.

Com informações de Diário de Biologia e Terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.