Piauí: Maior usina fotovoltaica da América Latina é inaugurada

A usina foi construída na cidade de Ribeira do Piauí, que fica a quase 400 km da capital Teresina, na região de Canindé. No dia 28 de julho/18 a SEMAR (Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Piauí) entregou a usina as licenças ambientais para operar e a linha de transmissão de 500 kv ao especialista ambiental da Enel, Alexandre Bittar.

A usina é formada por sete outros parques menores, que são divididos em quatro SPEs (Sociedades de Propósito Específicos) para assim realizar uma melhor regulação. São eles: a Enel Green Power Nova Olinda Norte Solar S.A; a Enel Green Power Nova Olinda Sul Solar S.A; Enel Green Power Nova Olinda B Solar S.A e Enel Green Power Nova Olinda C Solar S.A.

Como a usina está construída em uma área muito grande com quase 700 hectares, será capaz de produzir cerca de 600 Gwh em um ano. Essa energia é suficiente para alimentar o consumo anual de energia de 300 casas. Evitando o impacto de 350 mil toneladas de gás carbônico no meio ambiente.

Os países que não dispõem de força hídrica para a geração de energia elétrica, têm na transformação da energia solar a fonte ideal para suprir essa carência. Os benefícios são vários, entre eles, os ambientais, econômicos e de manutenção. Os painéis solares não precisam de muita manutenção e se as condições forem boas, a vida útil será longa e pode durar anos.

A captação de energia solar é uma excelente alternativa para os próximos anos, uma vez que não emite gases poluentes e dessa maneira não agride o meio ambiente. A tendência é que ela seja a energia do futuro da humanidade, com benefícios para o meio ambiente e para quem busca ter uma redução no valor da conta de energia.

Publicado em Portal Solar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.