Programa Água Doce entrega 200 sistemas de dessalinização

O Programa Água Doce (PAD), que tem por objetivo estabelecer uma política pública permanente de acesso à água de qualidade para o consumo humano, a partir do aproveitamento de águas subterrâneas salobras ou salinas, entregou na quarta-feira, 14 de dezembro, 200 sistemas de dessalinização no Ceará. O ato simbólico foi realizado na comunidade de Pereiros, no município de Caridade, a 91 Km da capital Fortaleza. Os 200 sistemas de dessalinização implantados estão distribuídos em comunidades de 34 municípios do semiárido cearense, atendendo a cerca de 70 mil pessoas.

O ministro do Meio Ambiente Sarney Filho foi representado pelo secretário de Recursos Hídricos do Ministério, Jair Tannús. Estavam presentes o secretário de Recursos Hídricos do estado do Ceará, Francisco Teixeira, representando o governador do Ceará, Camilo Santana; o coordenador nacional do PAD, Renato Saraiva; o coordenador estadual do PAD, Ricardo Marques; a prefeita municipal de Caridade, Maria Simone Fernandes Tavares, e gestores de comunidades beneficiadas.

No total, o convênio com o Ceará tem como meta a implantação, recuperação e gestão de 277 sistemas de dessalinização, o que beneficiará cerca de cem mil pessoas, com investimentos de mais de R$ 47 milhões. Somente no município de Caridade, 229 famílias estão sendo beneficiadas com a implantação de cinco sistemas de dessalinização.

Balanço
O Ministério do Meio Ambiente firmou convênios para execução do programa nos seguintes estados brasileiros: Rio Grande do Norte, Alagoas, Sergipe, Ceará, Paraíba, Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Piauí e Pernambuco.

Os coordenadores estaduais desses dez estados apresentaram o balanço de execução em 2016, além dos cronogramas de execução para 2017, conforme as metas pactuadas na terceira Reunião de Acompanhamento das Ações do Programa Água Doce, realizada em novembro do ano passado.

Eles também participam de reunião técnica que terá por tema a qualidade das águas, a partir dos dados apresentados pelos estados que já realizaram os diagnósticos socioambientais e técnicos.

Água Doce
O Programa Água Doce oferece mais uma opção de fonte hídrica, prioritariamente, para a população do semiárido. A meta da iniciativa é aplicar sua metodologia na recuperação, implantação e gestão de 1,2 mil sistemas de dessalinização até 2018, com investimentos de cerca de R$ 255 milhões, beneficiando 500 mil pessoas. É resultado do trabalho de uma rede que envolve diversos parceiros, entre instituições governamentais e sociedade civil.

Publicado em EcoDesenvolvimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.